Moises Carvalho Pereira – Alternativas econômicas

Moises Carvalho Pereira – Alternativas econômicas

Em Salvador, no estado da Bahia, clientes estão sacrificando um pouco de espaço para realizar o sonho da casa própria. Moises Carvalho Pereira, empresário do ramo imobiliário, comenta que na capital baiana o lançamento e venda de apartamentos de dois quartos estão aumentando.

Estudos levantados pela Associação de Dirigentes do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA) mostram que no  primeiro trimestre de 2016 foram vendidas 567 unidades habitacionais em Salvador onde 60% das unidades vendidas são apartamentos de 2/4. Moises Carvalho Pereira comenta que a maior parte dos empreendimentos são unidades do programa Minha Casa Minha Vida. O programa Minha Casa Minha Vida vem aos longos dos últimos anos conquistando o setor imobiliário de Salvador.

Moises Carvalho Pereria relata que  Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um recurso bastante atrativo para a maior parte da população pois contem taxas de juros mais baixas. Credito imobiliário financiado pelos bancos estão cada vez mais difíceis e por isso o cliente opta por alternativas econômicas.

 

Moises Carvalho Pereira – Ferramentas

Moises Carvalho Pereira – Ferramentas

Moises Carvalho Pereira é empreendedor do ramo imobiliário, e destaca que dentro de qualquer profissão é necessário uma organização e auxilio de ferramentas que ajudaram ao profissional vender o produto, ou no caso de corretores imóveis. O diretor e sócio da Buriti Empreendimentos destaca algumas delas:

  • Agenda; Usa-se regulamente e organizadamente como uma base para seu dia. Moises Carvalho Pereira indica que o profissional anote tudo que ocorre no dia a dias do corretor, tais como: ligações efetuadas e recebidas com pedidos, detalhes, dicas informações técnicas e etc.

  • Calculadora; Item bastante usado por alguns profissionais para mostra ao cliente os juros (se houver), duração de pagamento, etc.

  • Cartão de visitas; Moises Carvalho Pereira indica que o profissional tenha e ainda acrescente nele o numero do CRECI, telefones e endereço caso o cliente queira pesquisar sobre seu currículo.

  • Relatório de visita; É um documento simples que ajuda na organização, servindo para anotar o nome do cliente, que levou pra o imóvel, assegurado o seu direito a comissão se interessar a adquirir o imóvel. Moises Carvalho Pereira destaca que esse tipo organização ajuda que todo os trametes seja mais rápidos e feitos corretamente.

Moises Carvalho Pereira conclui que o conhecimento e uso estratégico dessas ferramentas podem proporcionar uma vantagem competitiva no mercado, aumentando sua produtividade e garantindo que você venda mais.

Moises Carvalho Pereira – Fundos imobiliários

Moises Carvalho Pereira – Fundos imobiliários

Moises Carvalho Pereira, empresário do ramo imobiliário, ressalva a importância de um fundo imobiliário para quem deseja adquirir um imóvel. Fundo imobiliário é um tipo de investimento com o objetivo de receber pela exploração de locação, arrendamento, venda do imóvel e etc.

Muitas vezes, o investimento tem o objetivo de locação para receber a renda do aluguel e aproveitar a valorização comenta Moises Carvalho Pereira. Fundos imobiliários são fiscalizados pela CVM desde 1993 e estão regulados pela Instrução CVM nº 472, de 31 de outubro de 2008. Os fundo imobiliários são uma das melhores opções de investimento do mercado.

Os fundos imobiliários inclui vantagens como: liquidez, renda passiva, diversificação, baixo investimento inicial, maior rentabilidade, menor risco de crédito, isenção de imposto de renda, baixo custo, publicidade de informações e maior ganho de capital. Além de vantagens, os fundos imobiliários inclui também desvantagens como risco da terceirização da administração e gestão, imediatismo, emissões frequentes e desmesuradas, insider trading e prejuízo financeiro.

Moises Carvalho Pereira comenta se investe em fundos imobiliários por meio do home broker. É necessário se cadastrar em uma corretora que oferece esse tipo de investimento. Os fundos imobiliários são excelentes formas de investir em imóveis com muito mais segurança e praticidade.

Moises Carvalho Pereira – Condomínios-clube

Moises Carvalho Pereira – Condomínios-clube

 

Moises Carvalho Pereira, empresário do ramo imobiliário, comenta que na cidade de Goiânia os condomínios-clube tem se tornado cada vez mais frequente. Os condomínios-clube aliam moradia com diversão que visa proporcionar uma infraestrutura melhor aos seus moradores.

Há dois bairros planejados compostos por este tipo de empreendimento atualmente na cidade. Varias opções desta mesma categoria ainda estão prestes a chegar na capital. Os condomínios-clube conta com parque aquático com sauna e restaurante, brinquedoteca, playground, cinema, lan-house e sinal de internet em áreas comuns.  

Moises Carvalho PereiraMoises Carvalho Pereira comenta que a praticidade e segurança é o que mais atrai as famílias para bairros planejados. O conceito do bairro planejado surgiu com a demanda de cidades mais ordenadas.

Moises Carvalho Pereira – Maior mercado do Brasil

Moises Carvalho Pereira – Maior mercado do Brasil

imoveis-mercado-imobiliarioSão Paulo é o maior mercado imobiliário do Brasil comenta Moises Carvalho Pereira, empresário do ramo imobiliário. Os preços dos imóveis da cidade chegaram ao piso e devem permanecer assim até o ano que vem.

As construtoras vem oferecendo descontos para adquirir novos empreendimentos e os preços estão atualmente mais baixos. Para Moises Carvalho Pereira, isso representa uma oportunidade para quem deseja investir. O preço médio do metro quadrado dos imóveis em São Paulo desacelerou nos últimos anos.

O Rio de Janeiro é a cidade brasileira com imóveis mais caros e em seguida, São Paulo. Com a inflação em cerca de 9% ao ano, os valores dos imóveis no Brasil devem permanecer sob pressão até que a economia melhore.

Moises Carvalho Pereira – Casa inusitada em Minas Gerais

Moises Carvalho Pereira – Casa inusitada em Minas Gerais

Um advogado de Minas Gerais resolveu não fazer o comum na hora de construir sua casa. Moises Carvalho Pereira, diretor e sócio da Buriti Empreendimentos, comenta que esse tipo de imóvel é um tanto inusitado, pois não se trata de uma construção convencional. Seu idealizador foi o Advogado Eduardo Jose de Lima, que resolveu construiu duas casas em Belo Horizonte. Uma delas tem o telhado no chão e a varanda no teto. Como não se contentou com a novidade, ele construiu outra residência ao lado, só que dessa vez o mineiro mandou o construtor colocar o telhado no lugar da parede.

Moises Carvalho Pereira explica que a obra começou em 2008 e foi concluída apenas em 2011. Ela chama atenção por se inusitada como se a casa realmente fosse ao contrario tendo as janelas da fachada principal onde fica de ponta a cabeça, telhado fica aonde deveria ser a calçada.

O advogado disse que investiu cerca de R$ 180 mil para construir o imóvel.  Moises Carvalho Pereira destaca ainda que além de ser uma casa inusitada construída em um terreno de 8,1 mil m²; o jardim tem 300 m² é sustentável. Seu proprietário planejou uma caixa com capacidade para armazenar cerca de 55 mil litros de água da chuva. Que devera ser usada para regar o jardim e limpar a parte externa da casa.

Moises Carvalho Pereira – Programa habitacional

Moises Carvalho Pereira – Programa habitacional

A AMEC Construtora, empresa que tem Moises Carvalho Pereira como diretor, realiza o sonho da casa própria através do programa Minha Casa Minha Vida. O programa habitacional é uma parceria entre o Governo Federal, estados municípios, empresas e movimentos sociais é o maior já criado no Brasil.

Moises Carvalho Pereira O programa tem como objetivo diminuir o déficit habitacional brasileiro. Para 2016, a prestação mínima do Minha Casa Minha Vida vai subir de R$25 para R$80. O programa visa ajudar famílias com renda de até 10 salários mínimos. A prestação mínima paga anteriormente pelos beneficiários do programa era de R$ 25 por mês. Para as pessoas que recebem salário mensal de no máximo R$ 800, a prestação será de R$ 80.

Moises Carvalho Pereira – Investimentos privados em água

Investimentos privados em água e esgoto vão beneficiar mais de 150 mil paraenses

Para combater à proliferação do Aedes aegypti, o Brasil e outros países latino-americanos terão de melhorar o serviço de saneamento básico. Esse foi o alerta emitido, esse mês, pela Organização das Nações Unidas (ONU), a qual indicou que a luta contra o vírus zika terá de incluir investimentos em infraestrutura. De fato, a situação brasileira em matéria de água e esgoto não é nada boa.

De acordo com o Ministério das Cidades, no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), ano base 2014, o Brasil ainda tem mais de 35 milhões de pessoas sem acesso aos serviços de água tratada, metade da população sem coleta de esgoto e apenas 40% dos esgotos são tratados. O levantamento revela ainda que o Pará está entre os dez estados que mais precisam avançar nesse aspecto.

A boa notícia é que a iniciativa privada está somando esforços com o poder público. Um exemplo disso são os investimentos feitos por construtoras e incorporadoras em esgotamento sanitário, que contemplam desde a rede coletora até a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), como é o caso da Buriti Empreendimentos.

“Priorizamos contribuir com as cidades onde atuamos. Preocupados com a saúde pública e o meio ambiente, somos pioneiros em saneamento básico no Pará. Atualmente, nossos empreendimentos são entregues com completa infraestrutura, como rede de abastecimento de água, coleta de esgotos, drenagem de águas pluviais, pavimentação e iluminação pública. Até o presente momento, já instalamos saneamento básico para mais de 150 mil habitantes em nossos loteamentos no Estado”, afirma Moisés Carvalho Pereira, diretor da empresa.

Municípios atendidos

Em Parauapebas, a Buriti Empreendimentos aplicou R$ 3,5 milhões na Estação de Tratamento de Água (ETA). A obra vai beneficiar 20 mil moradores dos residenciais Cidade Jardim e Jardim Tropical (1ª e 2ª etapas) com o tratamento de 200 mil litros de água. Ainda no município, a incorporadora investiu R$ 50 milhões em drenagem de águas pluviais e mais R$ 40 milhões na rede de coleta e na implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), prevista para atender 31 mil habitantes do Residencial Cidade Jardim, com possibilidade de expansão pelo poder público para até 62 mil habitantes. A estimativa do volume de esgoto tratado é de 3.720 m3/dia.

Já em Marabá foram investidos pela empresa R$ 20 milhões em drenagem e mais R$ 20 milhões na rede coletora e na ETE, que deve assegurar o serviço para 42 mil habitantes do Residencial Cidade Jardim (da 1ª a 6ª etapa). O volume de esgoto a ser tratado é de 5.040 m3/dia. Nesse sentido, a empreendedora investe também em Canaã dos Carajás. Está em construção no município uma ETE que deve atender 13.706 habitantes do Residencial Jardim Europa com o tratamento de 1.644,72 m³ de esgoto por dia. Ao todo, as obras que incluem a ETE, a rede coletora de esgoto e as estações elevatórias consumirão R$ 10 milhões.

A ETE de Canaã dos Carajás deve ser concluída em julho de 2016, sendo que as demais já foram executadas e aguardam a outorga de lançamento de efluentes para serem entregues ao poder público. Outro investimento expressivo feito pela empresa beneficia os moradores de Altamira. Na cidade, mais precisamente no bairro planejado Residencial Cidade Jardim, que concentra 11.378 terrenos, foram empregados R$ 10 milhões em drenagem de águas pluviais, além de R$ 20 milhões em reservatórios de água potável e redes de esgoto, que irão interligar o bairro à ETE municipal.

Aedes aegypti também pode se reproduzir em água suja

Engana-se quem pensa que o mosquito transmissor da dengue, vírus da zika e febre chikungunya só se reproduz em água limpa. Pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) mostra que o Aedes aegypti é capaz de se adaptar às condições urbanas, onde é endêmico, e se desenvolver em água com altos níveis de poluição, como o esgoto bruto.

Embora não seja a principal fonte de reprodução do mosquito, é preciso frisar que as águas de esgoto não são coletadas adequadamente em cerca de 50% dos domicílios brasileiros. Isso significa muitos criadouros espalhados pelo Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, que já apresentam os maiores focos de infestação e também os menores índices de saneamento.

Fonte: http://www.terracanaa.com.br/thema/noticia.php?noticia=128-investimentos-privados-em-agua-e-esgoto-vao-beneficiar-mais-de-150-mil-paraenses.html

Moises Carvalho Pereira e Saneamento básico

Moises Carvalho Pereira e Saneamento básico

Combate contra o Aedes aegypti

O caminho mais correto em momentos de crise é investir, destaca Moises Carvalho Pereira diretor e sócio da Buriti Empreendimentos. Um levantamento feito mostra que a questão do saneamento básico ainda no Brasil é precária. Isso nada mais é que a consequência de um intenso processo de expansão urbana sem nenhum tipo de planejamento, ocasionando em vários problemas para a população. A falta dos serviços de saneamento ambiental é a principal delas.

A falta de saneamento pode provocar a transmissão de doenças, contaminação de alimentos e de água, sendo que as crianças são as principais vítimas. Estima-se que 6% de todas as doenças no mundo são causadas por consumo de água não tratada e pela falta de coleta de esgoto. Entre elas estão: hepatite A, febre tifoide, malária, diarreia, cólera, febre amarela, amebíase, dentre outras.

Com o caso do saneamento precário também há probabilidade de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue vírus da zika e febre chikungunya).  O Aedes aegypti é capaz de se adaptar às diversas condições urbanas, se desenvolver em água poluída, como o esgoto.

 

Buriti empreendimentos investe milhões no saneamento básico

moises carvalho pereiraMoises Carvalho Pereira comenta que a Buriti Empreendimentos entregam seus loteamentos com a mais completa infraestrutura para contribuir com o combate contra  doenças que são consequências do mau saneamento. No Pará, R$ 173,5 milhões foram investidos para para melhorar as condições de vidas dos moradores.

Município é destaque no litoral paraense

Salinópolis

Conhecida  também como Salinas, o município de Salinópolis situado no polo turístico da Amazônia Atlântica é destaque no litoral paraense pois chama atenção de turistas com suas praias de areia branca e fina e paisagens fascinantes. Salinópolis é hoje considerada um dos principais balneários paraenses. 

Salinópolis
Salinópolis

Pesca e turismo são as principais fontes de economia do município sendo a pesca a  atividade mais rentável da região que acontece o ano inteiro. O município está situada a 220km de Belém e faz fronteira com os municípios de São João de Pirabas e Maracanã.  Quem procura diversão, belezas naturais e conforto certamente encontra em Salinópolis.

Praia de Atalaia

Praia Atalaia
Praia Atalaia

A praia de  Atalaia é uma dos principais atrativos de Salinópolis. Sendo a mais procurada por turistas, a praia de Atalaia conta com hotéis de frente para a praia, baladas, restaurantes e bares. O período preferido dos turistas é entre os meses de julho. Para quem curte surf, dependendo da época do ano as ondas do mar chegam a 2 metros de altura.

Infraestrutura hoteleira

Salinópolis possui rica infraestrutura hoteleira que atende todos turistas que chegam a cidade para curtir o verão amazônico. Chega a Salinópolis o Salinas Park Resort em 2018 o primeiro  resort  de  padrão  internacional  da região Norte  do  Brasil por meio das empresas Valle Empreendimentos Imobiliários, Amec Construtora e ETR Construtora e Incorporadora. Moises Carvalho Pereira, sócio da Amec Construtora, acredita que o Salinas Park Resort será  um  dos melhores  do  Brasil.

Moises Carvalho Pereira
Salinas Park Resort